CURSO TÉCNICO EM DESIGN DE INTERIORES
NÃO ESTÁ SENDO OFERTADO EM 2012. INTERESSADOS, FAZER O CADASTRO NO LINK "CONTATO" NO CANTO SUPERIOR DIREITO DA PÁGINA, PARA SEREM INFORMADOS DA ABERTURA DE MATRÍCULAS.

ATENÇÃO:
Não temos unidade nem relacionamento com qualquer instituição de ensino no Kobrasol, em São José.
ESTUDE COM QUEM TEM EXPERIÊNCIA E É ESPECIALIZADO NA ÁREA. NÃO ARRISQUE !

Histórico:

O Centro de Artes e Design foi a instituição de ensino pioneira em Santa Catarina, a lançar o Curso Técnico em Design de Interiores.

A primeira turma iniciou em agosto de 2000. O primeiro grupo de Técnicos em Design de Interiores do Estado, ingressou no mercado de trabalho em julho de 2002. A formatura foi um momento de grande alegria, tendo, inclusive, alguns alunos realizado um evento extremamente criativo paralelamente: apresentaram-se à sociedade catarinense, num fino jantar no Penhasco Casa de Eventos.

De lá para cá, 25 turmas já se formaram. São cerca de 1000 profissionais lançados em 12 anos, desde a 1ª. formatura.

Proposta Pedagógica :

O Curso Técnico em Design de Interiores tem uma
proposta pedagógica embasada num grande planejamento
de ações interdisciplinares.

As ações interdisciplinares têm como “coluna vertebral”, o projeto de interiores. A partir das habilidades necessárias para desenvolver-se um projeto, traça-se o plano de cada disciplina.

O estudante desenvolve um projeto já na 1ª. fase do curso. Até a conclusão da 3ª. fase, a última do curso, o futuro Designer de Interiores terá acumulado uma grande bagagem de Competências para realização de projetos, compreendo de forma ampla e sistêmica, todo o processo que envolve um projeto: da proposta ao cliente, passando pela criação, até chegar na execução do projeto.

A avaliação é fundamentada tanto em valor (notas que vão de 0 a 10), quanto em observação das Competências e Habilidades desenvolvidas ao longo do semestre, em cada disciplina.

A média mínima para aprovação direta deve ser igual ou superior a 7,00, e exige-se freqüência mínima de 75%.

O Curso Técnico em Design de Interiores do Centro de Artes e Design, reflete hoje, em sua proposta pedagógica, a preocupação e comprometimento com a qualidade que é exigida pela sociedade a respeito destes profissionais do design.



Organização em módulos

O estudante que por ventura não puder dar seqüência normal aos estudos, tendo concluído algum módulo, terá direito a um certificado, no qual constarão todas as competências desenvolvidas. Isto representa um grande diferencial no momento de buscar oportunidades de trabalho.


1° MÓDULO: Desenho Arquitetônico e Fundamentação do Projeto de Design de Interiores

GRADE MÍNIMA EXIGIDA:
• História da Arte e do Mobiliário
• Fundamentos da Estética
• Desenho Artístico e de Observação
• Tecnologia dos Materiais
• Desenho Técnico I
• Projeto Interdisciplinar I
CARGA HORÁRIA DO 1° MÓDULO: 266,67 horas


2° MÓDULO: Design de Interiores – da Concepção ao Projeto Avançado

GRADE MÍNIMA EXIGIDA:
• Ergonomia
• Desenho em Perspectiva I
• Gestão de Projetos
• Desenho Técnico II
• Desenho para Apresentação de Projetos
• Desenho de Mobiliário I
• Projeto Interdisciplinar II
• Desenho por computador (esta pode ser realizada na 3ª. fase também)
CARGA HORÁRIA DO 2° MÓDULO: 293,33 horas


3° MÓDULO: Técnico em Design de Interiores

GRADE MÍNIMA EXIGIDA:
• Desenho em Perspectiva II
• Desenho de Mobiliário II
• Paisagismo
• Conforto Termo-Acústico
• Políticas de Negócios
• Luminotécnica
• Projeto Integrado de Conclusão de Curso
CARGA HORÁRIA DO 3° MÓDULO: 293,33 horas + HORAS DOS MÓDULOS 1 e 2.

Obs: A hora/aula compreende espaço de tempo de 50 minutos. Mas acima, a carga horária informada é de horas de 60 minutos.


Mercado de Trabalho

O Técnico em Design de Interiores poderá atuar como profissional autônomo, desenvolvendo projeto residenciais ou comerciais, podendo ou não estabelecer escritório. Este é o campo mais vasto. Na verdade é um mercado inesgotável, uma vez que cada espaço interno construído, seja residencial ou comercial e de serviços, é objeto de trabalho do designer.


Poderá prestar serviços de consultoria em decoração, especificando materiais, acompanhando clientes às lojas, dando sugestões dos mais variados níveis de complexidade.

Poderá trabalhar em escritórios de design de interiores, de arquitetura, em construtoras.
Poderá atuar como consultor de vendas em lojas da área de decoração, móveis, tecidos, cortinas, etc.

Como o curso do Centro de Artes e Design tem amplo desenvolvimento dos conhecimentos de projeto de móveis, poderá trabalhar como projetista de empresas do ramo de marcenaria, ou, quem sabe, até abrir uma própria.


Há também os estudantes que se encantam com o Paisagismo, uma vez que a disciplina, apesar da pequena carga horária de 32 horas, desenvolve os conhecimentos fundamentais desta área, capacitando os egressos a desenvolver projetos paisagísticos de pequeno porte.